segunda-feira, 22 de maio de 2017

Luciano Huck apaga fotos com Joesley Batista após denúncias da JBS

Mesmo tendo negado que pretende se candidatar a presidente do Brasil, o apresentador Luciano Huck parece que não quer ver seu nome ligado às novas denúncias que estouraram contra o senador Aécio Neves.



Quem percebeu isso foram os seguidores de Huck no Instagram: ele teria apagado imagens nas quais aparece junto de Aécio e de Joesley Batista. “Que feio apagar as fotos do seu melhor amigo!!”, disse um



Entenda o caso



A Polícia Federal e o Ministério Público Federal deflagraram nesta quinta-feira (18/5) a Operação Patmos, no âmbito da Lava Jato, em Brasília, Belo Horizonte e no Rio de Janeiro. O alvo é o senador Aécio Neves (PSDB); a irmã dele, Andrea Neves; e Altair Alves, considerado braço direito do ex-presidente da Câmara dos Deputados Eduardo Cunha (PMDB).

   
Aécio Neves: O vídeo que está chocando a internet


A operação ocorre um dia depois de a delação de Joesley Batista, dono do frigorífico JBS, revelar que o tucano teria pedido R$ 2 milhões para pagar sua defesa na Lava Jato.

PF vai investigar morte de policial que acusava Aécio de ligação com tráfico

Arcanjo ficou conhecido pelas críticas e acusações ao ex-governador e senador Aécio Neves

Em 2016, a pedido do ministro da Justiça, Eugênio Aragão, a Polícia Federal vai acompanhar as investigações sobre a morte do investigador da Polícia Civil de Minas Gerais Lucas Gomes Arcanjo, encontrado enforcado com uma gravata em sua casa em Belo Horizonte no sábado (26).



Arcanjo ficou conhecido por fazer críticas e acusações ao ex-governador de Minas e atualmente presidente nacional do PSDB, senador Aécio Neves, divulgadas em seus perfis nas redes sociais.


O Ministério da Justiça informou que vai apoiar a investigação "tendo em vista as circunstâncias de óbito repentino do policial". Seguido no Facebook por quase 23 mil usuários, em diversos vídeos o policial acusava o tucano de ligação com narcotráfico, compra de habeas corpus, lavagem de dinheiro, corrupção e até homicídio.


Arcanjo criticava ainda a corrupção na própria Polícia Civil. Em uma das gravações, o policial diz que um corpo foi achado na propriedade de um primo do tucano, em Cláudio, onde o governo Aécio construiu um aeroporto. "Mas nada é investigado", afirmava Arcanjo, que estava de licença para fazer tratamento psicológico.


A Polícia Civil informou que não vai comentar o caso. A assessoria de Aécio divulgou nota dizendo que o caso "não guarda relação com política". "Trata-se de assunto da competência das polícias. É lamentável a irresponsável exploração que vem sendo feita pelo PT e seus aliados", diz o texto.

Por que não descobriam nada ainda?

FLAGRA: Aliado de Temer corre com mala de propina ao sair de pizzaria

VÍDEO: Rocha Loures, aliado de Temer, sai correndo com mala de dinheiro da JBS que recebeu em pizzaria de SP





Temer mentiu em entrevista à Folha e se enrola ainda mais

Resultado de imagem para gravação Temer


Flagrado cometendo vários crimes em conversa gravada com o empresário Joesley Batista, o presidente Michel Temer mentiu em entrevista à Folha de São Paulo publicada nesta segunda-feira (22). A justificativa que Temer deu na entrevista para ter recebido o empresário, dono da JBS, no subsolo do Palácio do Jaburu, fora da agenda oficial, foi discutir sobre a Operação Carne Fraca.


De acordo com informações do jornalista Eduardo Bresciani, de O Globo, a operação Carne Fraca só foi detonada dez dias depois do encontro, no dia 17 de março.


Leia abaixo a matéria de Bresciani:

– O presidente da República, Michel Temer, afirmou que o motivo para ter recebido o empresário Joesley Batista, da JBS, na calada da noite no Palácio do Jaburu no dia 7 de março foi a Operação Carne Fraca, mas tal investigação só foi deflagrada dez dias depois, no dia 17 de março. Em entrevista ao jornal “Folha de São Paulo”, o presidente justificou a operação que abalou o setor de carnes como motivo para o encontro. Segundo a assessoria da Presidência, Temer se enganou na resposta.

   
Aécio Neves: O vídeo que está chocando a internet

— Mas veja bem. Ele é um grande empresário. Quanto tentou muitas vezes falar comigo, achei que fosse por questão da Carne Fraca. Eu disse: “Venha quando for possível, eu atendo todo mundo” — disse Temer na entrevista.

O encontro de Temer por Joesley ocorreu no dia 7 de março, como confirmado por ambos, e é possível ouvir no áudio pela programação da rádio CBN, que o empresário ouvia em seu carro quando entrou no Palácio do Jaburu.

A Operação Carne Fraca, porém, só foi deflagrada dez dias depois. O governo disse, na ocasião, ter sido pego de surpresa com a investigação, que mostrou fiscais agropecuários cobrando propina de empresas do setor e levantou dúvidas sobre a qualidade da carne brasileira. Um funcionário da JBS foi citado naquela Operação.

Temer afirmou ainda na entrevista não saber do fato de que Joesley era investigado. Dias antes do encontro, porém, teve amplo destaque no noticiário o fato de o Ministério Público ter pedido o bloqueio de bens do empresário em uma das investigações. Joesley já era alvo das Operações Sépsis, Greenfield e Cui Bono? quando foi recebido por Temer e lhe revelou qual a estratégia que vinha desenvolvendo para se livrar das investigações.

*Com informações do Globo

Ao defender Temer e Aécio. Doria mostra que reformas são mais importantes que corrupção


O prefeito de São Paulo, João Doria, defendeu na manhã deste sábado (20) a permanência do seu partido, o PSDB, na base de apoio do governo Michel Temer (PMDB) e clamou por "bom senso e equilíbrio" para "proteger o país".


Sem citar o nome do presidente, envolvido em escândalo de corrupção pelos sócios da JBS, o tucano afirmou que não se pode "jogar tudo para o alto" por conta da nova crise política.


"O PSDB não deve romper com o Brasil. O PSDB deve ter equilíbrio. Numa situação como essa, bom senso, equilíbrio, serenidade, são fundamentais", disse o prefeito após participar de uma ação de zeladoria da prefeitura na zona sul da capital.

   
Aécio Neves: O vídeo que está chocando a internet

"O país precisa sobreviver. A economia precisa sobreviver. As reformas precisam sobreviver. Por quê? Porque a população que mais sofre são os 14 milhões de brasileiros que estão desempregados. A desestabilidade econômica por força de uma ruptura pode prejudicar ainda mais esses 14 milhões de desempregados, e aqueles que estão subempregados e que vivem no sofrimento."


Questionado pela Folha se não considerava os fatos tornados públicos tão graves para um rompimento, Doria disse que se deve deixar para Justiça a punição das irregularidades e seguir condução das reformas.

"É grave, gravíssimo [o que foi tornado público], mas é preciso considerar que nós temos a situação econômica que exige responsabilidade dos deputados e senadores para seguir na votação e na aprovação das reformas, e obviamente seguir aquilo que o Judiciário vem fazendo: investigar, dar direito de plena defesa e, havendo culpa, apenar. Seja quem for, de que partido for. É preciso que a Justiça se sobreponha a qualquer interesse partidário, ideológico, e que ela seja feita em nome do povo brasileiro."

Isso também vale para o Aécio Neves?, questionou a reportagem, sobre o presidente do PSDB afastado do comando da legenda por suspeita de corrupção.

"Vale para todos, indistintamente, a regra é clara, o objetivo claro, o Brasil está sendo passado a limpo", afirmou.

O vídeo que desmascara a farsa de Aécio Neves na campanha.


Durante a campanha denunciamos a farsa que era Aécio Neves e mesmo assim quase o Brasil elege um bandido presidente.


 

Temer cancela banquete milionário no Alvorada, quase ninguém foi apoiá-lo


O jantar marcado para esta noite no Palácio da Alvorada, para tentar mostrar o apoio do líderes governistas a Michel Temer foi cancelado.


Não há mais o que ser servido aos sempre vorazes comensais do golpe.

A reforma trabalhista queimou ainda no forno e a previdenciária, o prato principal, estragou ainda nos temperos.




A batata de Temer assou e ele agora é um prato vazio e sujo, que despudoradamente oferece-se para ser lambido nas últimas migalhas.

Desta vez, ao contrário do que ocorreu naquela churrascaria quando da trapalhada da Carne Fraca, o que menos despertava o apetite era a carne.


   
Aécio Neves: O vídeo que está chocando a internet

Porque Temer foi trinchado, fatiado e descarnado por sua própria cupidez e, perdoem a rima, estupidez.

Se ele não fosse tão mau poeta, serviriam-lhe os versos de um bom, um ótimo, o Cartola:

E hoje quando eu passo
A gurizada pasma
Horrorizada como quem
Vê um fantasma
E um esqueleto humano assim vai
Cambaleando quase cai, não cai